Vigésimo oitavo dia – Mil e oitocentos segundos

Alguma vez você já tentou falar sem parar por 60 segundos? Claro que pausas para respirar são permitidas. Certa vez, ainda na faculdade, me pediram para passar 1 minuto falando sem parar.

Para algumas pessoas isso pode parecer fácil, existem aquelas que realmente fariam com simplicidade esse exercício e até poderiam partir para tempos maiores. 120 segundos falando sem parar. 300 segundos de puro monólogo. Mas, acredite em mim, 1.800 segundos é muito tempo para se manter falando. Sozinho.

Vamos acrescentar algumas regras ao desafio. Você só pode tratar sobre acontecimentos dos últimos 10 anos. Somente boas memórias devem ser citadas. Escolha uma pessoa que tenha feito parte da sua vida durante esse período e ela deve estar relacionada de alguma forma com aquilo que você tem pra falar.

E você precisa fazer isso voluntariamente.

Hoje não tenho muito o que falar. Tenho usado o pouco que ainda me resta de sanidade e forças para tentar ser positivo. Mas é claro que isso só me deixa mais cansado.

Há alguns anos foi relativamente fácil transformar frustração em motivação para estudar. Hoje eu só consigo jogar e ouvir música.

Até para falar por 60 segundos é esperado uma pausa para pegar fôlego… acho que preciso parar e respirar.

Autor: Elisnei

Servidor Público. Escritor amador. Curioso e fã de tecnologia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s