Quadragésimo dia – Usando o anonimato

Essa semana, recebi alguns comentários anônimos no blog. Vcs não imaginam o quão animado fiquei. Sério. ❤

Esse espaço existe como terapia, por mais que ele tenha crescido um pouco além da proposta original. Os comentários me fazem acreditar que é possível ajudar os outros ao se ajudar (quase uma Mão Invisível de Smith).

Continuando, uma empresa lançou um serviço de mensagens anônimas (Sarahah.com). Não é exatamente uma novidade. O ask.fm já faz isso. Com a diferença que, no novato, não é possível responder… mas vc pode exportar o que é recebido para outros apps, inclusive redes sociais.

Não acredito que vá durar muito. Mas, por enquanto, está sendo relativamente divertido.

Lembro daquela música “O que você faz quando ninguém te vê fazendo? Ou o que você queria fazer se ninguém pudesse te ver?”.

Esse serviço nos deu novamente um certo anonimato, com a vantagem de que muita gente está aderindo. E o que vamos fazer com isso?

Obrigado a todos que já manifestaram carinho por mim, pelo blog, pelo meu relacionamento, etc. Agradeço também aos que fizeram críticas construtivas sobre minhas atitudes negativas ou depressivas.

Aproveito ainda para pedir perdão pelos vacilos.

Enfim, gostaria de sugerir uma reflexão: o que escreveriam para você, ou escreveram, foi algo positivo ou útil? Aquilo que vc escreveria, ou escreveu, foi algo positivo ou útil?

E, mesmo que tenha sido algo negativo ou inútil, faria ou fez alguma diferença?

Bom, a área de comentários está aberta, assim como meus outros contatos.

Caso alguém prefira escrever algo só pra mim, segue:

https://elisnei.sarahah.com

PS: Hoje estou testando publicar pelo celular celular. Formatar e revisar o texto foi um pouco mais complicado.

Autor: Elisnei

Servidor Público. Escritor amador. Curioso e fã de tecnologia.

2 comentários em “Quadragésimo dia – Usando o anonimato”

    1. Secret infelizmente foi um erro ao permitir o anonimato para multidões.

      Tipo, vc poderia ser uma pessoa muito ruim e todo mundo ia te ver. E poder responder e dar continuidade.

      O Sarahah trouxe essa vantagem de vc falar só para uma pessoa. E, mesmo assim, se vc ativar a opção de impedir comentários de pessoas não cadastradas, esse anonimato é limitado, uma vez que o serviço salva as suas mensagens enviadas caso vc esteja logado. Assim, é possível inclusive responsabilizar o autor do comentário ruim.

      Mas estou feliz de ver tanta coisa da galera deboísta.

      Fique bem.

      PS: Cê sabe que esse texto existe por sua causa também, né?

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s