Vigésimo quarto dia – Pessoas normais

Toda vez que penso em Déficit de Atenção, com ou sem hiperatividade, ou Transtorno Obsessivo Compulsivo, ou Transtorno de Ansiedade, é quase automático lembrar de um amigo que sempre cita o Bill, dos filmes do Tarantino, Kill Bill, especificamente no Vol. 2:

Em determinada cena, o personagem menciona que o seu super herói favorito é o Super Homem. Segundo este, os demais heróis se vestem para assumir o manto, menos o Super. Ele é o Super Homem o tempo todo, ele decide se vestir de Clark Kent, escolhe ser uma pessoa normal.

Essa ideia sempre surge quando imagino como deve se sentir uma pessoa normal. Como deve ser uma pessoa que não duvida de si mesmo o tempo todo, como deve ser uma pessoa que não se distai toda vez que o telefone toca na sala, etc.

Provavelmente não existem tantas assim no mundo, mas acreditar nisso costuma ser reconfortante.

Autor: Elisnei

Servidor Público. Escritor amador. Curioso e fã de tecnologia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s