Décimo nono dia – Bolhas

Talvez você já tenha lido, ouvido em algum lugar ou assistido um vídeo tratando sobre as nossas bolhas virtuais/sociais. Pois bem, não tenho uma opinião formada sobre as bolhas, bem como não tenho sobre os espaços seguros.

Eu definitivamente não tenho tempo para perder com gente cheia de ódio, ou pessoas que realmente não querem contribuir com o próximo.

Uma coisa que aprendi com o Podcast Mamilos é a respeitar a opinião alheia e dá pra fazer isso de boa, sem criar mais ódio ou polarizar. Mas é difícil pensar que preciso ser ofendido, tratado mal ou desrespeitado pra ampliar meus horizontes.

Por exemplo, não concordo com muita coisa que o Pondé escreve, ao mesmo tempo que gosto das reflexões dele sobre não existir uma verdade.

Mesmo assim, ainda acho um saco o texto dele sobre a direita festiva que diz que mulheres não gostam de discutir coisas como economia. Só pra ser pontual, saca?

Acho que a medida ideal é o meio termo, estar sempre apto para estourar a sua bolha e criar um novo ambiente, se questionar e evoluir, mas não precisa viver de forma incômoda e sempre sofrendo.

O mundo vai seguir, cê participando dele ou não.

Um recado: Ontem não teve texto aqui, mas escrevi para o blog da 34 Damage. Vou publicar toda segunda feira uma coluna por lá, mas aqui ainda vai continuar tendo material. Confira no link: Olhe ao redor.

Autor: Elisnei

Servidor Público. Escritor amador. Curioso e fã de tecnologia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s