Expectativas – Parte Boa

Para equilibrar um assunto tão pesado, tô lançando esse segundo texto junto com o primeiro: Expectativas – Parte Ruim.

Por que criar expectativas pode ter um lado positivo?

Certamente cê já deve ter ouvido expressões como: “borboletas no estômago” ou “frio na barriga”.

Imagine como seria o mundo se não nos empolgássemos com as coisas? Imagine assistir Rogue One e não sentir o júbilo de ver o Darth Vader na cena do corredor escuro (inclusive, estou digitando agora com os pés só para poder aplaudir aquela sequência).

Óbvio que a propaganda e o marketing vão tentar usar as suas emoções para te vender coisas, mas eles só podem usar algo que já existe: a nossa capacidade de imaginar e querer coisas.

A nossa esperança.

E isso pode até soar bem emotivo e bobo, mas quem nunca ficou bobo ao dar o primeiro beijo em alguém? Quem nunca sentiu aquele segundo onde o mundo fica completamente parado ao encontrar o seu nome numa lista de vestibular? Ou ser acordado pelos seus pais no seu aniversário com um sorriso no rosto?

Claro que existem exceções e devemos fazer o mundo um lugar feliz para todos, mas isso não significa que não podemos sentir prazer com nossas pequenas vitórias e prazeres.

As luzes do cinema diminuindo antes de começar o filme de uma franquia que você é fã. A cor laranja que começa a colorir o céu num por do sol após um dia quente. São tantas coisinhas que nos fazem acreditar em um pouco de paz ou satisfação…

E eu não acredito que elas sejam mais ou menos importantes que as coisas que podem nos frustrar.

A vida é feita por esse monte de vezes que as coisas dão errado e por um outro monte de vezes em que as coisas dão certo.

Cê é livre para escolher onde coloca a sua atenção e energia.

Eu, particularmente, tento colocar mais expectativas nas coisas que só dependem de mim. Nas coisas que tenho certeza, dentro da minha margem de segurança, ou algum grau de confiança.

De resto, o que vier de bom é lucro.

Autor: Elisnei

Servidor Público. Escritor amador. Curioso e fã de tecnologia.

Uma consideração sobre “Expectativas – Parte Boa”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s